Make your own free website on Tripod.com

 

CONTACTOS ENTRE PORTUGUESES E JAPONESES

Quando os portugueses chegaram ao Japão deliciaram-se com as paisagens, com as casas leves de madeira e com as pessoas que eram simpáticas e muito delicadas. Os portugueses fizeram muito sucesso no Japão. Para comunicarem uns com os outros serviu de intérprete um chinês. Apesar das diferenças receberam-nos muito bem, mas criticavam muito a nossa educação. Encontraram um nome adequado aos portugueses «Nambanjin», ou seja bárbaros do sul.

Os japoneses ficaram fascinados com a espingarda pois nunca tinham visto uma arma de fogo e quiseram logo ter uma. Reproduziram-na rapidamente e poucos anos depois já havia centenas espalhadas pelo Japão. Houve uma história engraçada de um senhor chamado Tokitaka que mandou fabricar espingardas iguais às nossas, mas não conseguiu. O mal é que os portugueses não revelavam o segredo. Esse homen lenbrou-se então de oferecer a sua filha ao nosso capitão em troca de informações e conseguiu.

Os portugueses ficaram pasmados com as casas típicas do Japão que eram leves, pequenas, discretas e elásticas e principalmente com os biombos que eram paredes de pôr e tirar conforme desse jeito. A pouco e pouco, os artistas japoneses começaram a colocar nos biombos novos motivos inspirados na chegada dos portugueses, como por exemplo a nau.

 

Bibliografia consultada

Revista " Na Crista da Onda", editada pela CNCDP

 

Tiago Castro nº 26   5º A - 17/06/2004

 

horizontal rule

 

© Isabel Malho

Número de visitantes      Hit Counter

Última modificação em 28-12-2005